24/10/2019 - 13:15

Orçamento: Bancada Paulista prioriza saúde, educação, agricultura e segurança

Deputados federais e senadores irão destinar quase R$ 250 milhões para investimentos em todo o Estado.

Após três semanas de discussão, parlamentares da Bancada Paulista do Congresso Nacional definiram os valores e as áreas para as quais serão destinadas as emendas do colegiado.

Conforme o coordenador-geral, deputado Herculano Passos (MDB-SP) ao todo, serão R$ 247.656.021,00, a serem incluídos no Projeto de Lei Orçamentária de 2020. “Anualmente, as bancadas estaduais têm direito de indicar emendas ao Orçamento do ano seguinte. A nossa é a maior do Congresso e cada parlamentar quer prestigiar a sua região, o que é absolutamente normal, uma vez que conhecem bem a realidade das cidades de suas bases e sabem o que cada área precisa. Mas isso também dá um trabalho grande para que se tenha consenso. Realizamos várias reuniões, discutimos muito e chegamos a uma divisão bem justa, que contempla os setores mais importantes para a sociedade”, explicou.  

A saúde foi a maior beneficiada. Serão destinados aproximadamente R$ 130 milhões para 64 entidades do Estado, conforme o volume de atendimento/produção pelo SUS que cada uma realiza.

Outros R$ 25 milhões serão destinados à Secretaria Municipal de São Paulo, para investimentos nas unidades de saúde da Capital.

A Bancada definiu também que R$ 49,5 milhões irão para as Universidades Federais (do ABC, de São Carlos e de São Paulo), para o Instituto Federal e o Instituto Tecnológico da Aeronáutica e para a UNESP.

A agricultura receberá R$ 22 milhões, por meio de investimentos na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que desenvolve tecnologias, conhecimentos e informações técnico-científicas voltadas para a agricultura e a pecuária brasileira.

Já, para a área de segurança pública, os parlamentares destinaram outros R$ 22 milhões, que serão investidos no Corpo de Bombeiros.